Actualidade

12 dicas de decoração para apartamento de 60 m²

Morar em espaços reduzidos nos grandes centros urbanos já é quase uma regra. No entanto, existem algumas maneiras de aproveitar cada cantinho do imóvel e até criar sensação de amplitude. Apartamento arrendado ou não, decoração com ou sem obras, existe sempre uma solução.

Prova disso são estes 12 projetos cheios de boas ideias para se inspirar!

1. Ambientes multifuncionais
Um homem solteiro divide os 60 m² deste apartamento com seu cachorro de estimação. Localizado no Brooklin, São Paulo, o imóvel novo foi decorado pela designer de interiores Cristina Barbara. Para o melhor aproveitamento da planta compacta, a sala de jantar foi montada na varanda e recebeu quatro cadeiras Clip, de Fernando Jaeger. Um apartamento bem resolvido em poucos metros quadrados!

2. Elementos que ampliam
Em Budapeste, capital da Hungria, muitos apartamentos antigos têm passado por retrofit para se adequar ao estilo de vida contemporâneo. É caso deste imóvel de 60 m² reformado pelo escritório de arquitetura Studio Nomad. Um dos destaques da decoração é o balcão com 4m de comprimento na cozinha, que organiza o ambiente e cria sensação de amplitude.

3. Espaços de armazenamento
Um jovem que ama cozinhar e receber amigos vive neste apartamento de 60m² na Vila Madalena, em São Paulo. A reforma assinada pelo arquiteto Kiko Castello Branco, do escritório Soek Arquitetura, levou quatro meses para ser finalizada. “Um dos destaques é o uso de serralheria com vidro aramado para os armários superiores da cozinha, permitindo a criação de bastante espaço de armazenamento sem impedir a integração visual entre os ambientes e a iluminação natural”, diz o arquiteto.

4. Decoração monocromática
O preto e branco predominam na decoração deste apartamento de 60m² em Moscovo, na Rússia. O projeto assinado pelo arquiteto Ivan Pozdnyakov para uma jovem moradora adotou o branco para todos os cantos, das paredes à marcenaria feita sob medida. Até o piso ganhou um acabamento esbranquiçado. Apenas alguns detalhes trazem um toque de preto, é o caso das luminárias, metais, molduras de quadros e alguns objetos. Para aquecer o visual monocromático e neutro, o arquiteto investiu em texturas diferentes, como veludo e madeira.

5. Móveis retráteis
A proprietária deste apartamento de 60 m², localizado em Curitiba, PR, decidiu mudar-se para o imóvel que tinha alugado há tempo. Mas, para isso, sentiu a necessidade de investir numa boa reforma. A arquiteta Larissa Lóh foi a responsável pelo projeto e apostou em móveis retráteis. A cozinha, por exemplo, ganhou mesa retrátil para refeições rápidas, de forma a não ocupar muito espaço. Ótima solução para pequenos espaços.

6. Piso que integra
O casal de moradores deste apartamento, em São Paulo, procurou o escritório DMDV Arquitetos para assinar a reforma do imóvel. Como o apartamento é pequeno, os arquitetos usaram o mesmo piso nos ambientes para criar sensação de integração. O material escolhido foi o vinílico (Tarkett na cor carambola), que tem uma aplicação prática e rápida, com rodapés de madeira freijó, que possui o mesmo tom do piso. A madeira segue rente às portas e aparece como uma moldura, dando continuidade ao desenho.

7. 60 m² para compartilhar
Este apartamento de 60 m² na Vila Olímpia, em São Paulo, foi totalmente modernizado para se tornar a morada de dois jovens irmãos. O projeto de arquitetura, luminotécnica e design de interiores assinado por Flavio Castro privilegia a utilização comum, com direito a peças híbridas e soltas, como bancos e mesas, que convidam ao uso flexível. “O espaço adapta-se aos possíveis cenários em que atividades como trabalhar, comer, cozinhar, lavar roupa, etc., acontecem de forma fluida.”

8. Portas que integram e separam
O imóvel de 60m² que antes parecia claustrofóbico passou por uma reforma completa para se transformar em um estúdio funcional e convidativo em Brasília, DF. O arquiteto Clay Rodrigues, do escritório Debaixo do Bloco Arquitetura, é quem assina o projeto. A integração dos ambientes foi o primeiro critério adotado. Neste caso, porém, não se tratava apenas de conectar as áreas, mas também de transmitir a sensação de se estar em um espaço maior. Assim, as paredes foram removidas, dando lugar a quatro portas de correr que foram instaladas de maneira que ficassem embutidas quando abertas.

9. Espaços flexíveis
Pensando na flexibilização dos espaços, as arquitetas Beatriz Fuginaka e Stephanie Wolff, do escritório WF Arquitetos, criaram móveis que reforçam o conceito para este apartamento de 60m². A TV pode girar de um lado para o outro e pode ser assistida no quarto ou na sala. A cama flexível também se pode transformar num sofá nos dias de festas e a bancada da cozinha serve de apoio para o bar e durante as refeições.

10. Remodelação para ampliar
O apartamento de 60m² da arquiteta Priscila D'Attilio passou por uma remodelação assinada pela moradora. O objetivo era a ampliação dos espaços e para isso a profissional abriu mão de ambientes com divisórias. Priscila derrubou a parede de um dos quartos, criando um home office integrando com a sala de estar, retirou o caixilho, que dividia a sala da varanda, e também a porta da cozinha, que dava acesso à área de serviço. Tudo para criar um ambiente único e integrado, ideal para reunir os amigos.

11. Marcenaria inteligente
Espaço para receber os amigos era um dos principais pedidos do casal de moradores deste apartamento de 60m², além de beleza e funcionalidade. Para isso, as arquitetas aproveitaram cada centímetro do imóvel para guardar os objetos do casal e criaram uma marcenaria inteligente. Na sala de jantar, por exemplo, ao lado da mesa, o banco esconde um baú no assento e o armário, ao fundo, parece um belo painel de madeira quando está fechado.

12. Duplex em 60m²
Localizado no último andar de um edifício em Milão, na Itália, este sótão de 60m² foi transformado num elegante apartamento duplex. Apesar de possuir pouco espaço, o local improvável tinha características favoráveis à construção de uma habitação, graças à presença de diversas janelas. Para facilitar a setorização dos ambientes, os arquitetos do escritório italiano Piùerre tiveram a ideia de projetar um mezanino, onde foram instalados escritório e quarto.



Fonte: Casa Vogue